Friday, 27 de May de 2022
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube

ESMA realiza Palestra de Formação de Lideranças na Socioeducação para servidores da FUNAC

Publicado em:

 

 

 

Por Lohanna Pausini

Aconteceu na quinta-feira (28.04) a Palestra de “Formação de Lideranças na Socioeducação” oferecida para os servidores da FUNAC e profissionais do meio aberto. Realizada pela Escola de Socioeducação do Maranhão – ESMA, a palestra ocorreu em formato webinário e contou com a presença de Raissa Padilha, administradora e supervisora do Recursos humanos da SEDIHPOP e a assessora de relações institucionais do DEGASE-RJ, Nina Pereira da Silva.

Sob a coordenação de Priscila Swaze, diretora da ESMA, a palestra discorreu sobre os fundamentos básicos da gestão de pessoas, a formação de lideranças e os desafios na gestão pública. “Atualmente, gerir pessoas e incentivar seus talentos e potencialidades tem sido um dos grandes desafios para os gestores, sobretudo na gestão pública e mais ainda na Socioeducação, que apresenta uma série de condicionantes desafiadores. Por isso, a importância de pautar essa temática junto aos nossos gestores, que estão passando pelo processo de formação continuada para que possam desenvolver estratégias para melhor conduzir suas equipes”. – Priscilla Swaze.

A palestrante Raíssa Padilha apresentou conceitos e diferenciações entre grupos, equipes e times fazendo uma analogia qual seria a melhor configuração para a administração pública. Outro ponto destacado por Raissa foi a diferença entre líder e chefe. De acordo com a palestrante, o papel do líder sintentiza melhor todas as qualidades e habilidades para manter o equilíbrio entre liderança e equipe de trabalho, sobretudo na Socioeducação para o desenvolvimento de competências tais como orientação estratégica e orientação para resultados, elencando-os com seus respectivos desafios na administração pública.

Já a palestrante Nina Silva pontuou os principais cuidados que um gestor precisa ter para gerir um Centro Socioeducativo, destacando os principais desafios que irá enfrentar para manter a vigência do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Sinase e o conciliamento de conflitos familiares, além do enfrentamento no que diz respeito coibir  ações de socioeducandos que possa comprometer as medidas socioeducativas determinadas pela Justiça. Niina destaca que o trabalho de um gestor de um centro socioeducativo não pode ser feito de forma isolada, mas sim em articulação com os municípios de origem de todos os adolescentes acolhidos para melhor reinserção desse jovem/adolescente na sociedade.

Entre os participantes da palestra, destaca-se a diretora do Centro Socioeducativo de São José de Ribamar-MA, Ana Letícia, que durante a palestra destacou que os gestores da socioeducação precisam possuir a sensibilidade de influenciar de forma positiva seus liderados a partir de uma gestão compartilhada. “Uma gestão compartilhada traz grande benefícios para a socioeducação por que é capaz desenvolver habilidades e competências para resoluções de diversas demandas de impacto”, afirma.

Sítio Eletrônico desenvolvido pela © SEATI - Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação e Inovação | www.seati.ma.gov.br