Friday, 27 de May de 2022
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube

Apresentação teatral dos adolescentes e servidores da Funac emocionam público

Publicado em:

A emoção marcou a apresentação da peça teatral Paixão de Cristo, encenada na última sexta-feira (22) por socioeducandos e servidores do Centro Socioeducativo de Internação de São José de Ribamar (CSISJR). A peça teve como tema: “Empatia e Ressureição”. O evento foi prestigiado pelos familiares, servidores e adolescentes.

A atividade proporcionou uma maior integração entre os socioeducandos e servidores, que se empenharam para realizar a apresentação. “Hoje vivemos um novo momento na Unidade, conseguimos ter a empatia, integração e convívio familiar, além de um convívio harmonioso com os adolescentes e servidores”, disse a diretora do CSISJR, Ana Letícia.

A psicóloga Almerinda Prazeres explicou a importância da atividade sociopedagógica para os adolescentes. “No planejamento mensal, decidimos falar sobre empatia e ressurreição, considerando um recomeço e toda essa representatividade que a religião traz”, destacou. Ela acrescentou que dessa forma, a mensagem pôde ser transmitida pelos socioeducandos aos familiares deles.

A assistente social Núbia da Luz frisou que o planejamento da atividade teve a participação de dois adolescentes que deram a sugestão da encenação teatral para trabalhar a temática do mês e que o Centro Socioeducativo mudou a logística das visitas para que os familiares prestigiassem a apresentação. “Nos grupos temáticos foram trabalhados a empatia e a relação com a ressureição enquanto sujeito social para que eles possam modificar o comportamento que tinham. Também foi feito uma analogia da quaresma com os 180 dias que eles têm com a medida, o tempo que eles têm para rever suas atitudes e até modificar o seu comportamento. Os adolescentes exerceram com maestria o protagonismo juvenil, que é a grande temática da socioeducação”, enfatizou.

De acordo com um dos socioeducandos, encenar Jesus na peça teve um peso muito grande. “Representar Jesus e saber o que ele passou significa muito para nós, pelo sangue derramado dele, para limpar nossos pecados. Na atuação podemos dar o nosso melhor, me sinto muito feliz em representar na peça Jesus Cristo”, declarou.

A peça contou, também, com a participação dos servidores. A pedagoga Walnita Lopes comentou a importância de ter representado na peça Maria, mãe de Jesus. “Foi uma emoção muito grande, percebemos o entusiasmo dos adolescentes e de toda a comunidade socioeducativa, a peça contou um momento muito bonito que foi a história de Jesus e sua ressureição. O teatro possibilita a construção de um novo projeto de vida e que cada adolescente é protagonista do seu futuro, a participação na peça mostra isso”, pontuou.

O adolescente que representou Pilatos destacou a dedicação nos ensaios. “Eu me dediquei muito nos ensaios e espero que todos tenham gostado da apresentação teatral, que possa ter tocado os familiares e os demais adolescentes”, disse.

Emocionada, Cássia Cutrim, mãe de um adolescente, comentou o momento vivido por ela. “Eu achei incrível a apresentação e principalmente a dedicação dos adolescentes, que eles saiam daqui com novos pensamentos. Espero que meu filho saia daqui renovado. Os socioeducandos e a equipe [da Funac] estão de parabéns. Fizeram um excelente trabalho”, parabenizou.

Há nove meses no Centro Socioeducativo, um dos socioeducandos celebrou a oportunidade de prestigiar a apresentação dos colegas. “Foi uma bela apresentação para a nossa família, um dia muito agradável, que tenhamos mais momentos como esse”, comentou.

 

Sítio Eletrônico desenvolvido pela © SEATI - Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação e Inovação | www.seati.ma.gov.br